Com Regina Volpato, “Mulheres” cresce 31% na audiência em três meses

Chamada às pressas para substituir provisoriamente Cátia Fonseca à frente de “Mulheres”, da TV Gazeta, Regina Volpato agradou tanto a direção da emissora e ao público, que acabou se efetivando no cargo da atração que hoje é a maior audiência da emissora paulista. Há três meses no comando da atração, Regina já conseguiu imprimir o seu jeito de comandar o programa e deu também um novo tom, mais calmo e até mesmo verdadeiro, com relação a outra apresentadora, hoje na Band. 

Segundo dados consolidados do Kantar Ibope, em dezembro, quando ainda era comandado por Cátia Fonseca, o programa vespertino havia registrado média de 1.24 ponto na Grande São Paulo, já em janeiro, primeiro mês sob o comando de Regina Volpato, a atração registrou 1.35 ponto de média, um aumento de 9% nos índices do programa. 

Em fevereiro com a estreia de um novo cenário e também novos quadros, a atração ganhou um novo fôlego e saltou para 1.55 ponto de média, o que pelos critérios de arredondamento, vira 2 pontos de média, algo que a atração não via desde setembro do ano passado. Agora em março, a atração fechou o mês com 1.63 ponto de média, totalizando 31% de alta desde a chegada da nova apresentadora. 

Além dos índices crescentes no Ibope, a atração da TV Gazeta também vem incomodando bastante o programa de sua ex-contratada, Cátia Fonseca, que saiu da emissora da noite para o dia no fim do ano passado. No confronto direto, as duas atrações disputam décimo a décimo, e em alguns momentos a TV Gazeta chega até mesmo a abrir vantagem sobre o “Melhor da Tarde”. 

Os anunciantes também parecem estar bastante satisfeitos com o desempenho de Regina, isso porque, o programa continua recheado de merchan’s, distribuídos ao longo de suas 4 horas de duração. Os dados apresentados são consolidados e extraídos do site oficial do Kantar Ibope. 

Post Relacionados