Estreia de “O Crime Não Compensa” aumenta audiência do SBT em 64% e garante vice liderança isolada

O SBT estreou na madrugada deste domingo (6), a série de documentários “O Crime Não Compensa”, originalmente batizado como “Investigação Criminal”. A atração policial, que reconstrói crimes de grande repercussão no Brasil, é uma produção do canal pago ID, e fez parte de um pacote de conteúdos nacionais que a TV por assinatura é obrigada a exibir diariamente, parte dos recursos de sua produção são verbas da Ancine, via lei de incentivo a cultura.

 Sílvio Santos comprou os direitos dos documentários, após assisti-los no Netflix, outra plataforma onde a atração está disponível, a medida logo em sua estreia parece ter dado certo, uma vez que sem nenhum custo de produção, a emissora viu sua audiência aumentar 63,4% no Ibope, segundo índices preliminares, além de ter devolvido ao SBT o segundo lugar na preferência do público.

Exibido entre 0h01 e 1h06, o programa policial, marcou segundo dados preliminares do Kantar Ibope 6,7 pontos de média e chegou a picos de 8,1 pontos na Grande São Paulo, somando 15,8% de participação total em share.

No confronto direto, a Rede Globo liderou na média com 11,9 pontos, exibindo uma sessão de filmes, a RecordTV ficou em terceiro lugar com 5,8 pontos de média, a RedeTV! veio em quarto com 4,5 pontos de média e a Band ficou em quinto lugar com apenas 1,0 ponto de média.