Revoltado, Datena acusa polícia de privilegiar RecordTV com informações do caso Amanda

Após Joel Datena criticar a cobertura da RecordTV e insinuar que a emissora ‘molha a mão’ da polícia em troca de informações privilegiadas, foi a vez de Datena demonstrar sua revolta contra sua concorrente no “Brasil Urgente” desta quinta feira (29). O jornalista, acusou a emissora de fazer sensacionalismo com o caso e também que a mesma está sendo privilegiada pela polícia. 

“Encontraram três corpos, mas não quer dizer que seja o da Amanda. Quem diz que é o corpo da Amanda é porque faz jornalismo com sensacionalismo. Sensacionalismo barato pra dar audiência”, criticou o apresentador, na sequência continuou: “Já encontraram o corpo da Amanda em 200 lugares. Tem uma emissora de TV que todo dia encontra o corpo da Amanda. Um verdadeiro show”, disse.

Por fim Datena cobrou mais seriedade da RecordTV na cobertura do caso: “Tem que ter um pouco de seriedade antes de divulgar qualquer bobagem. Não dá pra saber se o corpo é da Amanda.”, finalizou.

Sempre que os dois policialesco estão cobrindo o mesmo caso e a RecordTV acaba se sobressaindo na audiência, ocorre essa troca de farpas do apresentador. Nesta quinta (29), o “Cidade Alerta” chegou a picos de 18 pontos em São Paulo, enquanto o policialesco da Band bateu apenas 5 de pico. 

Post Relacionados